domingo, 23 de setembro de 2012

Para Uma Amiga


Ao amanhecer, quando a brisa da manhã soprar,
Quando o sol e a neblina surgirem no céu,
Quando seus olhos abrirem e você acordar,
Verá que eu estarei lá, para dar um beijo em seu rosto e fazer você se acalmar.
Estarei esperando que, em algum momento eu possa lhe ajudar.
Estarei esperando a hora certa para lhe confortar
E darei todo o carinho que puder lhe dar.

Ao entardecer, quando as nuvens brancas estiverem carregadas,
Quando a chuva cair, e a melancolia vier à tona,
Quando seu coração estiver frágil e ninguém puder fazer nada,
Eu estarei lá para mostrar o quão importante você é para mim.
Estarei pensando em novas formas para lhe encorajar,
Estarei pensando em algum jeito de lhe fazer sonhar
E farei o impossível para vê-la se alegrar.

Ao anoitecer, quando tudo estiver escuro e, de um pesadelo, você se erguer,
Quando você estiver sozinha, sem conseguir lutar,
Quando estiver chorando, sem motivos para viver,
Eu irei até você e, juntos, acabaremos com nossos problemas.
Dar-lhe-ei todo o amor que um amigo pode ceder
E chorarei com sua tristeza, pois
Sem você não vivo e sem você não vou viver.

Nenhum comentário:

Postar um comentário