domingo, 23 de setembro de 2012

Rascunho


As páginas de minha vida, ainda rascunho,
Continuam vazias.
Não há inspiração e sentimentos,
Apenas minhas mãos frias.

Palavras que antes fluíam em minha mente,
Agora vagam por conta própria
E perdem seus significados para a indiferença imprudente.

As páginas de minha vida, ainda rascunho,
Permanecem em branco,
Sem traços de amor e meu amor,
Apenas minhas mãos, vazias e tristes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário