domingo, 7 de outubro de 2012

Arraste-se Para Seu Inferno Com Seus Padrões

Como odeio as formas padronizadas
Que as pessoas que tanto lutam seguir.
Como odeio a discriminação contra os que não as seguem
E como odeio os que impõem esse tipo de vida
Aos que querem ser o que são - um não-modelo.

Sou o que sou, não o que você é.
Quero ter o direito de sonhar
Não a obrigação de ser o que sonharam
E o que desejam para si mesmos,
Mas, muitas vezes, não conseguem realizar.

Quero que todos que não me acham bom o suficiente
- apenas por não ser esse projeto -
Sejam levados a seus infernos pessoais - o que entendem por esse lugar -
E que lá aprendam que não deveriam ter aprendido
Os métodos da arte preconceituosa de julgar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário