quinta-feira, 4 de outubro de 2012

Limitação

Não ouço além dos meus ouvidos,
Não enxergo além de meus olhos
E não interpreto além de minha cognição.

Tudo que sinto e presencio é pouco,
Tudo que considero complexo é vago
E vaga é a complexidade da imensidão.

O mundo é pouco em mim e muito no mundo,
O mundo não é ao acaso, nem projetado,
Mas é projeto e fruto de minha limitação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário