terça-feira, 30 de outubro de 2012

Ponto de Vista

Nada existe
Tudo é símbolo
Para descrever conjuntos.

Se sou eu mesmo, sou por causa do que me compõe
E não sou, simplesmente, por ser algo.
Se sou algo, sou uma série de coisas,
Criando assim um infinito que nos apõe.



Nenhum comentário:

Postar um comentário