segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Conversa Aleatória Numa Tarde de Segunda

Conversei com um amigo
Que queria que nossa conversa
Fosse poema
Para que se tornasse arte.

Esqueceu-se ele
Que,
Em algum momento,
A arte parte em busca
De alguma coisa
Que a faça ser arte.

Assim como nossa conversa,
A mesma, do meu amigo,
Que agora deixa de ser uma troca
De meras palavras aleatórias
Para se tornar uma simples poética.

Nenhum comentário:

Postar um comentário