domingo, 18 de novembro de 2012

Distância

Notas tortas e desafinadas soando
Enquanto uma longa conversa
Saia de bocas distantes.

O frio lá fora entrava
E um ou outro cantava
Simples erros gritantes,

Os quais não seriam perdoados
Numa noite quente,
Animada
E musicada,
Como a que tinha em mente
Quando pedi para tocar.

O frio lá fora entrava,
Mas já não era tão tarde e escuro
Como nas horas de antes.

Havia alguma coisa por trás,
Talvez quadros, escadas
Ou teclados de vidro,
Que seriam quebrados
Caso fossem guiados
Por bocas distantes.


Nenhum comentário:

Postar um comentário