quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Nouvelle Neuvenelle

Depois do abismo vem a escuridão,
Junto com os monstros que imaginamos,
Os gritos que, por impulso, gritamos
E a imaginação que inventamos
Para que criássemos autonomia.


                                                       As palavras jogadas ao vento e à ilusão,
                                                       E o vento jogado ao tempo e à imensidão
                                                       São as formas com as quais
                                                       Pessoas escapam de um simples movimento
                                                       Para que fujam do ser e deem um último alento.
                                                                       

Nenhum comentário:

Postar um comentário