quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

Futuração.

Ao alcançar determinada idade
Lançarei-me nos campos
Lotados
De sonhos perdidos;
Inundados,
Pelas lágrimas
De inocentes foragidos.

Isolarei-me de minha vida comum
Para tornar-me não mais um, apenas,
Mas uma lenda
- Ainda que seja em um remoto
Ou ingênuo sonho meu.

Mas, se nada der certo,
Se não houver um novo
E amplo pensamento;
Se cair num esgoto,
Numa vala,
Num poço de mágoas - dentro de mim,

Que seja lutando,
Não falando,
Não reclamando,
Não escrevendo,

E que viva minha vida com alegria
Com amor e felicidade,
Sem que o conforto faça de minha aura rebelde
Um estacionamento burocrático.

Nenhum comentário:

Postar um comentário