terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

Raiva

Vejo as pessoas como formigas desgovernadas
Procurando qualquer coisa aleatória
Que talvez convenha.

Pessoas burras,
Pessoas que se divertem com pouco
E que louvam o comediante
- Para repudiar o comediado

Pessoas que não exprimem vontades,
Sonhos, criatividade, paixões ou pensamentos...

Pessoas desumanas
Sem imaginações
E sem conseguir dar alento
A uma nova ideia.

                                                                              Na verdade, errei de novo.
                                                                              Perdoem minha raiva poética
                                                                              E meus poéticos equívocos...

                                                                              Poeta algum deveria se meter a filósofo,
                                                                              Muito menos se meter com o estresse.

                                                                              As pessoas são SOMENTE movidas por paixões.

Outra coisa que me incomoda é a falta de credibilidade à reflexões.
Se fizer um glorioso discurso e soltar uma frase engraçada ao final de meu pensamento,

O ponto focado será a gozação
E terei mais palavras e tempo perdidos...


Vejo as pessoas e imediatamente quase desisto delas...
Desisto de encontrar um amigo,
De ter uma família,
De encontrar um amor
Ou simplesmente conversar
Com um camarada randômico por aí.

                                                                              Não sou superior a ninguém
                                                                              E não me considero tal,

                                                                              Mas não vale a pena manter uma conversa...
                                                                              Não vale a pena ter esperança...

Mesmo assim, tenho, porque
Devo ser uma das últimas pessoas humanas que existem...

Mas não vale a pena...
Sou contra a minha vontade...
Não vale a pena... ninguém vale a pena.


E pros que não entenderam o que eu escrevi:
Vão assistir TV, jogar bola,
Ler um gibi...


- E se foder, por favor.

6 comentários:

  1. Se eu te disser que concordo com cada palavra e expressão de sua poesia, poderia-me considerar humana? Desse jeito, você não estaria sozinho e sua esperança não estaria perdida. Porque mesmo o mundo estando, poucos ainda acreditam e são esses que se tornam poetas. :)

    ResponderExcluir
  2. Antes de mais nada, obrigado por comentar.

    Obrigado também por me fazer ter mais esperança... às vezes tudo parece perdido, mas vem alguém (um anônimo, neste caso) e me joga pra cima de novo haha.
    O que eu vejo é um conservadorismo extremo (nada a ver com política ou coisa assim, mas no dia-a-dia)... me parece que acham que "a vida tá boa, deixe ela assim" e não olham para os lados.

    Agora uma pergunta minha: se vc for humana e acredita, seguindo sua linha, pq não poetizar? Vc poderia/pode ser poeta também, afinal =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que isso, eu comentaria em todas as suas poesias, mas tenho vergonha. Você escreve muito bem! Parabéns!

      É incrível, haha, mas eu concordo e entendo tudo o que você diz. O mundo é muito grande, mas habitado por pessoas muito pequenas. E isso que o faz estar se perdendo aos poucos.

      Eu gostaria muito, acredito que poesia e poemas são lindos e inspiradores, mas não tenho capacidade de me expressar (tão bem como vc). Minha ideias ficam embaralhadas no papel e claras em minha cabeça. Mas até que não seria necessário eu poetizar, porque você faz isso por mim. haha

      Excluir
    2. Não tenha vergonha... acho bom que comentem haha. Obrigado pelos elogios e por gostar tanto do que eu escrevo. Vc poetiza bem suas frases.
      Além disso, diz que eu escrevo bem, mas lembre-se que não escreveria se não tivesse um começo (e esse começo era bem "meia-boca").. até hoje é! haha... pode ser que vc esteja economizando seus versos, hein?

      Nossa, vc concorda com tudo? Nem eu concordo!

      Bom, vc é quem sabe. Quem não poetiza pela poesia, poetiza fazendo alguma outra coisa... só posso falar por mim: continuarei poetizando pra vc então haha.

      Excluir
    3. Tentarei comentar mais haha.
      Obrigada por me incentivar, mas por enquanto o começo ainda não chegou. Talvez um dia, eu vá escrever.
      E não, haha, acho que concordar é muito forte, mas me identificar. Muitas das coisas que eu penso você escreveu para mim. Acho que é nesse sentido de concordar.

      haha Obrigada, continue, assim sempre terá uma "fã" e mais comentários.

      Excluir
    4. De nada. E muito obrigado! Haha.
      Entendo... bom, continuarei escrevendo. Fico feliz que goste (quem quer que vc seja) haha. Obrigado! Estarei esperando!

      Excluir