terça-feira, 23 de abril de 2013

Saudosismo

Sinto falta de ser algo que não fui

                                                            e de viver a vida que não é minha.


                                                            Sinto meu coração apertado
             
                                                 e minha mente inventando histórias,
                     
                                                 momentos e pessoas que nunca vi.

Paro.

                            Penso.


Olho o vazio por alguns minutos,
enquanto o mundo deixa de ser externo,


e tudo que já foi se repete em um novo começo

                                                           
                                                                igual

- dentro de mim, dessa vez.

                                           

Todas as músicas que já passaram da coda...
Todos os poetas que pela última vez poetizaram...
Todos os sonhos que consigo sonharam...
Toda saudade e minha saudade toda...


memórias de um passado alternativo num presente imaginário.


E a nostalgia tranca as portas de seu quarto


                                 vendo-me voltar sorrindo à realidade

como se nada tivesse acontecido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário