sexta-feira, 10 de maio de 2013

Pobreza

Enquanto uns vivem seus sonhos,
Outros encaram a realidade.
Enquanto uns passam,
Outros imaginam como é passar

um dia sem fome, sem frio e solidão.

Eles nos olham, eles sabem nossos nomes e onde moramos.
Eles nos acompanham, eles nos admiram e sabem que a nós nos adoramos.

Enquanto uns vivem a vida,
Uns beiram a morte...


Enquanto uns vivem seus sonhos,
Outros encaram a realidade
E tudo parece ser mentira.
Tudo parece injusto... tudo é injusto... só pode ser.


Enquanto uns comem o papelão com que se cobrem,
Outros... outros... não sei...
todos se fecharam.


"Não queremos vê-los, não queremos sê-los, não queremos..."

E não serão.

Ninguém será...
"Nenhum deles é", afinal...

Nenhum comentário:

Postar um comentário