segunda-feira, 10 de junho de 2013

Contínuo

Quantas pessoas choram durante o banho
Para que suas lágrimas não escorram diretamente em seus rostos,
Manchando-nos com a tinta da tristeza?

Quantos choram sob a chuva,
Sozinhos, poucos, individuais... ausentes de tudo?

Quantos deixaram de ser e não encontram soluções?

Quantos desses estão em mim e por que não me deixam?

O que sou?

Quem sou?


O silêncio e reclusão me dominam novamente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário