terça-feira, 11 de junho de 2013

Estresse

Não sabem deixar tudo de lado.
Não sabem por medo de arriscar.
Tudo é obrigação.
Foi-se o tempo de se divertir.


É óbvio que certas coisas aceitam o extinto e supérfluo politicamente correto
e ainda a abstenção dos prazeres que os contentam.

E é óbvio que certas pessoas preferem a diversão e inconvenientes
em detrimento do que realmente é melhor para elas.


Não sou como os outros para sair julgando tudo que a mim não diz respeito,


mas,

se vivessem de minhas utopias,
viveriam a todo instante,
num tom alegre, indissidente.

Não somente nos feriados, férias
sábados e domingos

- e finais de expediente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário