domingo, 16 de junho de 2013

Não Ligo

Corte seu rosto
Com uma tesoura prateada
E sede de morte.

Queime a ferida...
Queime alguma coisa...
Queime os que lhe mataram.

Corte seu rosto,
Com uma tesoura prateada,
Do canto da boca à altura dos olhos.

Mostre a ferida...
Diga-os quem a causou...

Veja o horror em suas faces.

Nenhum comentário:

Postar um comentário