sexta-feira, 7 de junho de 2013

Por Escrever

Ninguém havia ali na esquina
Portas fecharam
Televisões desligaram
Ainda estou aqui.

Horas passaram
Sonhos se foram
O dia começou
Ainda não dormi.

Sacos de pão esvaziaram
Carros deram partida
A manhã já se foi
Ainda eu aqui.

Pegadas nas paredes
Comida não comestível
Sangue frio e verde
Talvez vá eu dormir.

"Ba ba ba ba Barbara Ann"
"Bat macumba oba!"
"Na. Na. Na na na na!"
O silêncio morre aqui.

Três da manhã
Mais uma noite
Mais um dia abstrato
Já nem quero eu dormir.

Nenhum comentário:

Postar um comentário