quarta-feira, 12 de junho de 2013

Siren

Um dia encontrei uma garota perdida.
Perguntei seu nome, chamei para conversar
E ela me contou todos seus segredos.

Embora poucos, não pude deixar de contá-la alguns dos meus
Para que nos conhecêssemos melhor
E para que ela se sentisse um pouco mais compreendida.

Estendi minhas mãos, abracei-a e ela me deu um beijo.

Depois, me olhou, sorrindo, cabisbaixa.
Não parecia tão perdida, não parecia ainda estar triste.

Para falar a verdade, desde que a encontrei ali,
Sentada, quieta, vagueando em seus pensamentos,
Sabia que passaria a amá-la

E, ao passar a amá-la,
Sabia que me amaria de volta,
Sabia que faria de tudo para que ela se sentisse bem

E que, um dia, ela faria um poema para mim também.


Mais uma vez nos abraçamos e deixamos que nossos lábios nos levassem
Para onde nossa imaginação nos deixasse...


E ela se foi.

                                      E ela voltou.


E nunca mais nos sentiremos sozinhos ou perdidos...

E nunca mais teremos que guardar sentimentos...

Para sempre teremos abrigo...


Porque temos um ao outro e o amor mais bonito do mundo...

Amor que nos ama

                                                       e ama a todo momento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário