domingo, 7 de julho de 2013

Da falência

querem voar em seus aviões de papel
e seguir seus sonhos ou desejos
sem que haja consequências.

se não houvesse, não haveria gente.

o povo se mataria em todas as esquinas
e a dor que se acumula nos contemporâneos
corações frustrados e cheios de medos e ansiedade
seria esquecida nos bueiros e becos escuros.

a desistência é mais acessível que o sucesso
- por isso a maioria é vã.
e, como admiram os que se dão bem em algo,
seguem os passos dos que se acomodaram
na estranha e irreverente superficialidade.

note como uma vida substituiria outra facilmente.

não existe ordem ou padrão. por isso conservadorismo é podre.
não existe desordem ou revolução. por isso sempre há um clímax
e extenso repouso depois.

o fim não existe.
a dor não existe.

contenha-se.
o sol nascerá pela manhã.

conheça-se.
questione e exclua-se da maioria anã.

Nenhum comentário:

Postar um comentário