sexta-feira, 12 de julho de 2013

Observação #15

sinto-me insípido como se meus sonhos tornassem-se sussurros
suaves saudando seus breves sabores em nossa relação.
sinto-me seu e meu e nosso e teu e vosso amigo, irmão.
sinto-me apoético e poeta de poucas palavras poucas e ralas
como se tudo que tivesse escrito neste poema
fosse apenas para perder o tempo do leitor, caro, colega de profissão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário