quarta-feira, 14 de agosto de 2013

Você é algo que me faz viver

Muito tempo passamos sem ter alguém
e, durante esse extenso momento
- quando os relógios se apaixonaram
e se esqueceram de nós dois,
acostumamo-nos sem nos acostumar
com o abandono que nos foi destinado.

Mas,

apesar de sofrer todo o sofrimento do mundo,
aprendemos a amar o amor dos que jamais o tiveram;
dos poetas e versos...
que tanto tentam explicar
seu próprio amor...

Aprendemos a confiar e viver
e ainda aprendemos...
porque, se estamos refletidos um nos olhos do outro,
é preciso saber que, de alguma forma,
fazemos parte do outro.

É preciso saber que, se fazemos parte do outro,
nos importamos, nos divertimos, nos preocupamos
e, de fato,
realmente amamos...

Existe algo em você.
Sim, existe.

Existe algo em você que me faz sorrir
para os loucos que julgam minha loucura,
para os que atormentam meus dias...
para as frustrações que me ocorrem.

Existe algo em você que me faz ser alguém
e ser alguém para você.
Não sei o que ou como, nem quando ou onde age,
mas sei que tenho vontade
de passar horas lhe admirando.

Tenho vontade de passar minha vida a seu lado
e de me apaixonar cada vez mais
- como fazemos quando nos amamos,
como fazemos sempre.

E é esse seu segredo:
ser tudo sem se dar conta.
Ser tudo para mim sem perceber...

e, por isso, amo o amor dos que não tiveram,
dos poetas que nos observam em pequenas coisas...

por isso amo todo o amor do mundo para você.

Nenhum comentário:

Postar um comentário