terça-feira, 3 de setembro de 2013

Amor de alterações

Das alterações, às confusões,
um longo caminho de palavras
e versos soltos, elogios,
detalhes, ansiedade e paciência,
se espreita em si mesmo
à espera de viajantes
que trilhem-no sorrateiramente
e unicamente nele.

E neste silêncio eloquente
de palavras que nada dizem,
caminhamos de mãos dadas
e cabeça erguida
sem esperar, sem nos orgulhar,
sem nos preocupar ou olhar para trás

E apenas amamos... quietos...
para que não percamos
um ao outro em meio a nossas
palavras atravessadas;
para que possamos enxergar um ao outro
em nossos olhos apaixonados
e não em letras e versos soltos,
de palavras insignificadas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário