domingo, 22 de setembro de 2013

Ler

Tanto prazer em ler
que as prateleiras transbordam,
a mente não acompanha
e a vontade decresce.

Haja tino para tantas palavras,
poemas, versos e rimas,
poetas, capítulos, memórias...
e devaneios... nostálgicos devaneios
movidos pela futuração
de algo que jamais será vivido.

Isso é ler.

Nenhum comentário:

Postar um comentário