quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Soteriophobia

Não quero que dependa de mim
assim como não quero depender.
Temo a distância e abandono;
Temo a aproximação e carência.

Quero mas não quero ter alguém
preciso mas não quero,
e quero... não quero.

Preciso estar no controle de qualquer relação
e de mim mesmo e nem sei a causa disso.

Preciso preciso impreciso imperfeito

somos todos iguais e desiguais ao mesmo tempo.

Mas e daí? Jamais me acostumarei.

Não quero ajuda!
Não quero companhia!

Estou bem nesta solidão aguda

Estou bem, obrigado.
Não preciso de algo mais.

Estou bem na condição de sozinho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário