sábado, 8 de fevereiro de 2014

Algo a mais

em diversos ângulos examinamos a cidade.
durante a lua,
a cidade é uma,
durante o sol,
a cidade é a mesma.

mas não a vemos,
não cantamos conforme a melodia de nossos olhos.

negligenciamos a vista
por nos cegarmos.

a poesia é a cidade
nossos olhos, a cegueira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário