sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

Lixo

Ao desmedir um amor comedido
somente flagelaste reticências em teus braços abertos.
Somente viste que nada és
e nada serás enquanto caminhares ao perigo,
ao viés.

Nenhum comentário:

Postar um comentário