sábado, 8 de fevereiro de 2014

O Coração Amarelo

Meu coração desbota em amarelo
como a paisagem de janelas claras,
que transbordam palavras escuras.

Meu coração desbota em amarelo
como o som de violinos num entardecer
alaranjado de poemas e versos tardios.

Meu coração desbota em amarelo
por não amar o suficiente para dizer que amo.
E ainda assim te amo - com um coração deveras doente.

E ainda assim te amo - com um amor findo e limitado;
E ainda assim te amo - com todo meu coração, apesar de desbotado.
E ainda assim te amo - como o laranja e amarelo de um coração poente e delicado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário