terça-feira, 4 de março de 2014

--

Não acontece muita coisa aqui onde estou,
e, quando há prazer na vida em que levamos,
é sempre uma risada ou outra que espanta
os males que existem no sutil e gratuito ócio.

A TV ligada em canal nenhum, a janela aberta
e a chuva chegando - neste dia nublado e saudosista.
O vento sopra, a nuvem vola... e a saudade começa a bater
como se fosse a primeira vez.

Não acontece muita coisa aqui onde estou,
e, quando não há prazer na vida em que levamos,
sempre pensamos demais, por não ter nada a fazer.

Já sou um imaginário consumido pela torrente de pensamentos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário