segunda-feira, 26 de maio de 2014

Linguística

o silêncio ecoa nas gavetas de minha mente,
nenhum operário apareceu para o trabalho,
o café esfria com a brisa matinal
os papéis suicidam, aos poucos, a mente que os guia.

a grande prova se aproxima:
variações diafásicas, mésicas, estráticas e tópicas,
língua e fala, sincronia e diacronia, sintagma e paradigma,
signos, significado e significante, língua e cultura.

mas aqui dentro tudo é silêncio.
calaram-se os vozerios, que vasculhavam os becos,
as praças, as ruas pisadas por pessoas caladas.

calaram-se as próprias pessoas que falavam, em cafés,
lanchonetes, livrarias e bibliotecas...
tudo que me resta é dizer: f....

Nenhum comentário:

Postar um comentário