domingo, 29 de junho de 2014

Lembro-me do dia
em que te escrevi
poemas desatinados
e palavras sem nexo
para reafirmar meu
próprio sentimento
desiludido e solitário.

Nenhum comentário:

Postar um comentário