quarta-feira, 20 de agosto de 2014

-

Amor, não é amor se escrevi
vagos poemas de profundo sentimento,
para te mostrar a ti
por um caloroso e breve momento?

Não é amor se me fiz ausente para estar presente
em teus sonhos, desejos e vontades?
Por meio de palavras errantes e eloquentes
te proporcionei instantes de doída saudade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário