quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Goethe II

Da inconsciência do pretérito
surge-me a loucura.
Quantas noites, em claro,
passei sozinho
esperando que algo acontecesse
para que transformasse as mágoas
de um passado mal resolvido?

Goethe ainda no quarto,
me esperando para folheá-lo.
Eu o desligo e termino o poema.

Nenhum comentário:

Postar um comentário