quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Sincero e indelicado

Em meio a tercetos sinuosos,
eu, menino, choro versos de amor.
E o amor me responde
com um sincero e indelicado
"se fode aí".


Nenhum comentário:

Postar um comentário