quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Sob a sotaina clerical

sob a sotaina clerical,
corações resvalados
por sentimentos inventados
são amores de cristal.

os lascivos, os profanos
e desleais abades,
perdidos em surreais inimizades,
são o ego e a seletividade dos humanos.

e, se Deus existir aqui,
perceberá o quanto sofri
para torná-lo irreal.

serei eu o desmerecido,
o desapiedado, encarecido,
ou o divino, um sonho maternal?

Nenhum comentário:

Postar um comentário