quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

G.N.

Pela forma caminhei
buscando conteúdo.
E arrependi minha poesia
pelo que sonhei 
para mim mesmo: tudo.

Caminhei solitário
                                     por vários formatos
                                                                           vários escritos

excogitando mistérios 

                                        enigmas

e novos paradigmas.


Escrevi poemas
descobri problemas
refiz palavras doentes
e me percebi ausente
de tudo que escrevera.

Nenhum comentário:

Postar um comentário