quarta-feira, 15 de julho de 2015

A outro

Não quero estar só
somente para estar contigo
nem mesmo estar comigo
e estar sozinho pelos cantos

Dizia o de outrora
que estaria por aqui
para sempre...
mas para sempre passou
e não o vejo a meu lado

Cansado de tudo
planejo a inércia
na vida planejada
pela morte

Não quero estar só
somente para estar contigo
quando minha presença convier
à tua tão invejada indiferença

Não celebrarei teu descaso
não estarei aqui quando precisar
não serei um bom amigo
pois estou cansado disso tudo

Dizia outro de outrora
que o amor tem sempre a porta aberta
talvez nunca tenhamos nos encontrado, então
talvez nunca tenhamos de fato nos amado

Cansado de tudo
minha misantropia se aguça
e me retiro para mim - onde permaneço
enquanto de ti - pouco a pouco - me esqueço.

Nenhum comentário:

Postar um comentário