sexta-feira, 20 de novembro de 2015

-

Triste, mas assim sempre estive.
Os lamentos pelos quais chorei se foram
sem os soluços da angústia de quem vive;
as amizades, tão queridas, 
seguiram seus contentes descaminhos...
e me deixaram...
e se foram...
o sangue, quente e rubro, que se perde
aos jorros pelos braços escancarados;
a alegria, que me escapa
por seus meios fugazes e incertos...
e a acompanhada solidão,
que se concretiza na agonia
de meu eterno adeus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário