segunda-feira, 2 de novembro de 2015

Completude

Estivemos distantes por um momento
e assim nos encontraremos, um no outro,
numa espera de desencontros ansiosos,
que cessarão todo e qualquer sofrimento.

Estivemos numa espécie de entendimento,
segundo após segundo, verso após verso,
até que me inundei de amores e do esquecimento
do que estive deveras cansado e imerso.

Pensei que próximo estivesse o fim,
que sofreria e que com ninguém me importaria,
que viveria atormentado, mas, enfim

apareceste e me mostraste como é estar repleto.
como é cuidar e ser cuidado - sem melancolia:
como num poema que, pouco a pouco, se faz completo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário