domingo, 13 de dezembro de 2015

-

é desesperador
quando
nada muda 
desde o último 
poema.

Nenhum comentário:

Postar um comentário