sexta-feira, 18 de março de 2016

Verso intransitivo

Solidão, poema solitário.
Verso intransitivo, verso adagiário.
Lúgubre e tediosa, despeja mágoas
sobre quem ama,
e triste, triste como uma paixão que inflama,
o universo marulha em suas águas.

Solilóquios inertes e atordoantes.
Palavra ascendente, não como antes.
Histeria dolorosa, sincera e invejável,
ócio sobre quem canta,
despeja tua miséria, tristeza e ódio na garganta!...

despeja a dor da necessidade lastimável.

Nenhum comentário:

Postar um comentário